Steve Jobs: 10 lições de marketing e vendas que podemos aprender com ele

COMPARTILHE COM SEU TIME!

Steve Jobs

Em qualquer lugar que se viaje pelo mundo afora, não há como falar de tecnologia sem que o nome de Steve Jobs seja reverenciado, concorda? Aliás, a própria gigante Apple, empresa da qual ele foi cofundador, até hoje carrega nos seus diferenciais as mais brilhantes investidas do saudoso empresário, inventor e também magnata norte-americano. São experiências únicas que podem fazer toda diferença na hora de gerir uma empresa.

-- continua depois do banner --

Sua passagem pela multinacional norte-americana serve principalmente como uma lição: a de que a palavra ‘não’ nem sempre significa o fim de um ciclo, mas uma pausa para novos propósitos. Talvez esse tenha sido o maior exemplo que Steve Jobs deixou para o mundo empresarial. Explicamos o motivo:

Ele, que era parte da mesa diretora da Apple e havia criado o famoso Macintosh, após se ver numa disputa acirrada de poder e minar diante da situação pautada no momento, foi demitido da própria empresa que havia criado. 

O que poderia ser o abismo, transformou-se na oportunidade de abraçar o novo. O empresário constituiu, então, a NeXT, empresa que tinha como foco principal o desenvolvimento de plataformas voltadas ao mercado online de educação superior e administração.

A notável ascensão da NeXT fez com que a Apple oferecesse aos diretores uma proposta irresistível. Sua compra pela multinacional abriu as portas para que Steve Jobs voltasse a ocupar sua cadeira na diretoria da Apple, empresa que agora não só projetava, mas também comercializava softwares, computadores, dentre outros produtos eletrônicos de consumo.

Foram 14 anos à frente da gigante como CEO, até que ele renunciou ao cargo em 2011. 

Steve Jobs faleceu em 05 de Outubro daquele ano. Entretanto, seu legado é referência até hoje. São tantos os ensinamentos compartilhados nesses breves anos, que separamos abaixo 10 lições que o empresário deixou sobre marketing e vendas, das quais podemos aprender muito com cada uma delas!

Steve Jobs

-- continua depois do banner --

1 – Steve Jobs frisava: foque nos seus objetivos

Quando você leva a sério suas metas empresariais, o resultado é o alcance absoluto do controle sobre elas, colocando o empreendimento no verdadeiro caminho que ele deve seguir. Isso pode inclusive resultar em insights a qualquer momento do dia, ou seja, sua mente acaba entregando novidades mesmo nos momentos em que você esteja desligado da situação empresarial.

Jobs era sempre chamado para discutir alguma ideia nova. E nas reuniões, acabava levando não só seu parecer, como entregava inúmeros diferenciais e apresentava projetos modernos e atuais.

02 – Ouça o que seu interior tem a lhe dizer

Quando Jobs dizia para ouvir a si mesmo, ele queria mostrar que a voz da intuição é a mais completa quando se tem uma rotina empresarial pela frente.

Não deixar suas próprias tarefas para que outros façam é o primeiro caminho para ouvir a voz interior. Até porque são nos momentos de labuta que você, empresário, consegue intuir e ter insights sobre como resolver um problema ou encontrar a solução para que um novo projeto saia do papel.

Ser dono da razão, mas ter a ousadia de seguir o coração é a contrabalança perfeita para um negócio de sucesso.

03 – Steve Jobs: tenha sempre em mente que nem tudo dá para ser feito por você

Exercitar o compartilhamento de funções é essencial para que o empresário não fique sobrecarregado.

E você, tem assumido todos os afazeres que poderia delegar aos especialistas?

Jobs aprendeu essa técnica quando deixou a Apple e assumiu a NeXT. Repartir as funções fez tão bem para o negócio que, ao retornar para a multinacional de computadores, ele continuou praticando o método, eliminando as tarefas sobrecarregadas de todos. Isso fez com que a rotina fluísse de maneira mais harmoniosa.

Steve Jobs

04 – “Ponha-se no lugar do cliente”, explicava Steve Jobs

Jobs tinha o dom de sacar o que os consumidores desejavam. E mais do que um bom design, o empresário entendia que os computadores da Apple precisavam ser muito bons. Tinham que atender aos mais diversos objetivos, pessoais e profissionais.

Portanto, pegue essa explicação e comece a agir agora em prol dos consumidores! Entenda o que seu cliente deseja. Se você produz algo que já chame a atenção pela funcionalidade, foque também no design, ou em outro adendo que entregue algo à mais ao consumidor. Sendo assim, a pessoa não hesitará em pagar duas vezes mais pelo produto, e o buscará nos mais diversos sites. Tudo isso pelo simples fato de estar satisfeita e apoiar a sua marca.

05 – Para Steve Jobs, nenhum jogo se vence, se redefine!

Quando se está jogando, ter um tanto de ousadia nas cartadas é fundamental. Contudo, essa audácia precisa ser usada no momento oportuno. 

Assim também acontece no meio empresarial. Cada movimento necessita de análise, e sem aquele foco rude em vencer a todo momento. Muitas vezes o jogo requer apenas um novo rumo para que outras cartas venham às mãos.

Redefinir é uma palavra que precisa estar grifada no dicionário empresarial de toda pessoa que tem um negócio e precisa renovar. Só assim novas ideias chegam como inovações. 

Veja bem: Steve Jobs sabia redefinir um propósito de forma espetacular. Se ele abriu espaços e criou os produtos tão cobiçados até hoje, isso se deu pela sua capacidade em entender que jogo não se vence, se reconduz.

06 – Pense em ajudar as pessoas

Quando você idealizar um produto ou serviço, imagine o quanto ele ajudará as pessoas. Se a atração for o design de determinado item ou a simplicidade do ambiente onde seu cliente buscará pelo seu serviço, faça pensando nesse propósito.

Steve Jobs entendia o poder que tinha as suas invenções. Tanto que, cada item criado revertia em satisfação por parte dos clientes. Esses não se intimidavam em demonstrar sua alegria. Essa troca definia inclusive a fidelização por parte do consumidor.

Repare: até hoje há pessoas que não abrem mão de ter um produto Apple em sua casa.

Steve Jobs

07 – Steve Jobs acreditava que incentivar-se e estimular a equipe fazia toda diferença

Aprender cada vez mais, desenvolver suas habilidades, buscar pelo novo, tudo isso depende do incentivo que vem de dentro de cada um de nós. Você, empresário, deve ser o próprio admirador de si. Portanto, predisponha-se a realizar seus desejos, tente atingir seu máximo. E estimule sua equipe também.

É óbvio que não é legal esgotar a própria mente e a dos funcionários. Contudo, mostrar vontade, garra, e passar isso para os colaboradores é essencial.

Steve Jobs sempre foi um empresário que estimulava sua equipe a dar o melhor que tinha, porém, sempre servindo de espelho para essa busca. Quando você se incentiva, acaba estimulando quem está à sua volta. Os resultados são os mais positivos possíveis.

08 – Vá além dos próprios horizontes

Ampliar seus horizontes é também buscar por especializações que irão agregar no dia a dia da sua empresa. E isso não significa somente optar por cursos na sua área. Tratar bem o próprio corpo, a mente, optar pela espiritualidade, conhecer outros lugares e culturas, tudo isso faz parte da nossa vida e pode agregar na hora de estar frente a frente com uma equipe.

Portanto, saiba remanejar seus ganhos para que você possa usufruir de algum lazer, praticar esporte, viajar. Isso é um presente inquestionável. Ir além dos próprios horizontes profissionais resulta em benefícios que se estendem a todos os colaboradores.

09 – Steve Jobs sabia bem: seja proativo

No mundo empresarial não dá para ficar parado vendo a vida passar. É preciso tomar as rédeas do negócio, optar por decisões certeiras, inteligentes, porém, que não irão afetar negativamente a terceiros. É assumir-se como proativo dentro e fora da empresa.

Ser ágil e dinâmico é também respeitar os próprios limites. É ainda não ultrapassar as tonalidades, sejam elas de voz com os funcionários ou em ações que saiam do controle. É entender, compreender e estar atento aos desafios rotineiros dentro de uma empresa. É saber o momento de dar a largada, mas também chegar em primeiro lugar. É continuar no jogo dos negócios por mérito próprio!

10 – Por fim, como dizia Steve Jobs: “Ame seu propósito profissional!”

Amar seu empreendimento vai muito além da admiração pelos próprios produtos ou serviços. Goste também das pessoas que colaboram com você, funcionários, fornecedores, clientes. 

Quando se tem apreço pelo todo dentro de uma empresa cria-se uma força inovadora que é capaz de sanar os mais temíveis problemas. Portanto, inspire-se em Steve Jobs, que deixou a Apple, mas voltou para elevá-la ao patamar que a companhia segue até hoje.

Repense seus objetivos, caso eles não sejam claros e não tragam satisfação. Se precisar mudar de ramo, faça! Muitas vezes o propósito profissional que você ama está em outra paragem.

Steve Jobs

Conclusão

Steve Jobs foi único! Não há como compará-lo a outro empresário. Isso se deu porque ele entendia seu próprio diferencial. E não media consequências para colocá-lo em prática.

 

Portanto, empresário, a hora é agora! Alinhe-se a essas dez lições que Steve Jobs deixou antes dele partir. E tenha certeza de que sua capacidade ainda irá lhe surpreender. Quando isso acontece, nos tornamos únicos no que fazemos. E além dos colaboradores que fazem um negócio andar, os próprios clientes irão perceber essa sua atitude ímpar. O resultado você já conhece ao ter lido um pouco da trajetória e entendido as 10 lições deixadas por Steve Jobs.

Gostou do que leu?

Então confira outros artigos recomendados pra você!

Teste Grátis a melhor ferramenta de MultiAtendente para WhatsApp do mercado?

Tenha vários usuários em um único número de WhatsApp!

Centralize a informação e melhore a qualidade do atendimento!

logo justsell branca

Um único WhatsApp para toda a sua equipe!

Já imaginou ter toda a sua equipe atendendo em um único WhatsApp, acompanhar todos os atendimentos em tempo real?

Nossos Clientes aumentaram em média 45,1% o volume de vendas com o MultiAtendente!

TESTE GRÁTIS E SEM COMPROMISSO POR 7 DIAS!