Como Montar um Salão de Beleza? Dicas para Você Criar o Próprio Negócio!

COMPARTILHE COM SEU TIME!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Segundo pesquisa em 2018, há aproximadamente 500 mil salões formais no Brasil – e 48% do total é informal. O aumento de salões tem sido expressivo nos últimos 10 anos e isso tem gerado uma pergunta: afinal, como montar um salão de beleza?

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Há uma previsão de crescimento em 4,5% no número de salões até 2021 – e muitos querem ser parte disso. Claro que a quantidade de concorrência pode assustar, mas é um medo que se dissipa em duas palavras: nichos inexplorados!

Por isso, prossiga com a leitura e saiba como montar um salão de beleza!

Como montar um salão de beleza: Planejamento!

Partindo do básico, o salão de beleza requer um planejamento inicial em diversos pontos: local, público-alvo, produtos, estrutura, etc. Para isso, é comum o uso do plano de negócios, que é um documento compilador de todas as informações do negócio.

Nele, é comum serem abordados pontos específicos para criação e manutenção do empreendimento, assim como pontos gerais. Por exemplo, é feita uma análise de mercado e de seu posicionamento nele.

Um dado importante aqui é que 83% do público em salões de beleza é feminino, geralmente sendo adulto. No entanto, há um mercado em crescimento para o público infantil e masculino que você pode aproveitar.

Definido seu posicionamento, o que envolve o público-alvo, você deve definir seu plano operacional: equipamentos, materiais, decoração, gastos fixos (água, luz, internet, etc) e profissionais empregados.

Qual é o seu posicionamento no mercado?

Abordando de maneira específica o planejamento, é importante entender uma coisa: um salão de beleza possui diferentes áreas de atuação! Por exemplo, pode lidar apenas com manicure, pedicure ou mesmo só do cabelo.

Além disso, há também a definição de mercado. O público feminino já conta com extensa quantidade de salões, mas o masculino ainda não se equipara. Isso abre espaço para você atender a esse público, aproveitando a recente preocupação com a beleza dele.

Junto disso, há também o público infantil, que não possui a mesma atenção do público adulto. Caso se volte para este alvo, é importante tomar os cuidados especiais que essa faixa etária pede.

Por fim, há a aposta em produtos sustentáveis no salão, que podem te posicionar como um empreendimento consciente para o público.

E posicionamento local?

Outro posicionamento que deve ser considerado no planejamento é o espaço onde é instalado o negócio. Afinal, isso impacta na movimentação de público – e também na definição de classe social.

Por exemplo, a instalação do salão em bairro nobre visa um público de classe A e/ou B, enquanto em bairro popular alcança a classe C. Da mesma forma, deve prestar serviços correspondentes a cada público, pois apenas a localização não os torna clientes fixos.

Além disso, a estrutura deve ser atraente e bem posicionada, tendo um estacionamento, por exemplo. Por fim, é importante não se encontrar muito próximo de concorrentes diretos!

Quais seus serviços e produtos?

O posicionamento parte de vários aspectos, e um dos principais são os serviços e produtos oferecidos. Afinal, eles definem quais equipamentos serão comprados, que profissionais serão contratados e como será o ambiente.

Para isso, é importante definir o público que você visa e quais são seus principais desejos e necessidades. Por exemplo, o atendimento local não privilegia o tratamento do cabelo – e você tem a capacidade para preencher esse buraco.

Assim, você deve comprar produtos para cabelo, equipamentos para tratar deles e profissionais capacitados para essa função.

O que o público pede?

No geral, o público privilegia salões de beleza que prestem serviços diferentes dos tradicionais ou que prestem serviços específicos. Além disso, é importante estar antenado com as tendências do mercado, utilizando delas como um diferencial.

Como o ambiente deve ser estruturado?

Primeiro, você deve estabelecer todos os ambientes necessários para tornar o espaço confortável ao cliente: área de recepção, estoque, área de trabalho espaçosa, etc. Junto disso, você deve imprimir a identidade do seu negócio na decoração.

Da mesma forma, os equipamentos e móveis devem trazer qualidade e praticidade para os clientes. Assim, é importante que os móveis sejam macios e ajustáveis e os equipamentos sejam diversificados e modernos.

Dica: alinhe toda a decoração com um esquema de cores relacionadas a sua marca.

Como montar um salão de beleza: fatores legais

Por fim, o salão de beleza precisa estar regulamentado nos seguintes órgãos:

  • Junta Comercial Estadual;
  • Secretaria da Receita Federal para CNPJ;
  • Secretaria Estadual da Fazenda;
  • Prefeitura municipal para alvará de funcionamento;
  • Entidade Sindical Patronal;
  • Caixa Econômica Federal para Conectividade Social (INSS/FGTS);
  • Corpo de Bombeiros.

Além disso, o salão deve estar plenamente regulado segundo as regras de vigilância sanitária da ANVISA, devido o uso regular de produtos químicos. Como montar um salão de beleza envolve também a segurança dos clientes!

Gostou do que leu?

Então confira outros artigos recomendados pra você!