Como aumentar as vendas em tempos de crise?

Como aumentar as vendas em tempos de crise

Aumentar as vendas em tempos de crise exige um esforço maior por parte dos empresários. Se o comércio fica dormente com a falta de fluxo da clientela, o consumo diminui e o faturamento cai, tornam-se necessárias algumas ações para driblar uma estagnação. Porém, quais seriam essas atitudes e comportamentos que vêm das empresas e que evitam a inatividade parcial nos negócios?

Vender em tempos de crise não é fácil. Atrair clientes se torna mais competitivo e é preciso inovar nos pontos de vendas para que o marasmo não tome conta do negócio e o baixo faturamento complique o andamento da empresa.

Seja no turismo, na área de estética e beleza, até no vestuário e alimentação (esse último geralmente com percentual menor na queda), quando a disponibilidade do crédito na praça diminui, todos esses setores, além de tantos outros, são prejudicados.

Optar por ações e alternativas que saiam do linear e atraiam o olhar do público é fundamental para driblar o momento. Descubra agora como mudar o foco para melhor, ampliando as vendas em tempos de crise!

Vendas em tempos de crise: use a criatividade

Como aumentar as vendas em tempos de crise
Como aumentar as vendas em tempos de crise
Seja criativo(a)!

Seja numa vitrine física ou virtual, o primeiro passo para atrair o olhar dos consumidores é a inovação. E ser criativo pode recuperar a baixa lucratividade. Portanto, permita maior rotatividade dos produtos ou serviços expostos. Invista no ponto de vendas com produtos que despertem a atenção do consumidor. Caso trabalhe com site e e-commerce, utilize fotos que irão aguçar os sentidos das pessoas. 

Aproveite e entregue conteúdos relevantes que possam despertar as mais variadas necessidades dos leads. E mostre a esses consumidores que os produtos e serviços ofertados podem ser a solução para suas dores, dificuldades e desejos. Através desses materiais, tente reter os contatos dos leads, como telefone e e-mail. No caso de um e-book, por exemplo, para baixá-lo, o consumidor precisa digitar seu WhatsApp ou endereço eletrônico. Já em lojas físicas, na entrega de jornais e panfletos com fotos e promoções, abra um espaço para que a pessoa escreva seus contatos e participe de algum sorteio.

Opte por promoções, descontos e novidades

Diante de crises, o consumidor tende a se voltar para vitrines que apresentem alguns incentivos às compras. Pois bem… nada melhor do que você, empreendedor, mirar nessas questões. Veja:

  • Ofereça abatimento nos preços;
  • Apresente estímulos via promoções;
  • Mostre diferenciais nos produtos ou serviços, caso a pessoa compre em sua loja;
  • Dê vouchers que garantam brindes nas próximas compras, dentre outros incentivos.

Se houver como, utilize a estratégia de upsell, ofertando produtos semelhantes ao que a pessoa busca, mas com características melhores e por um acréscimo mínimo. Inclusive há outra estratégia, a de cross sell, que também é bem-vinda, onde se oferece produtos complementares que irão agregar ao que a pessoa está levando. É claro, com os devidos descontos.

Para quem não está amplamente ligado no que é upsell, lembre-se da batata frita do McDonald ‘s. Você pede a média e o atendente oferece a grande por apenas dois reais a mais. Já a estratégia de cross sell é quando você compra uma mesa com quatro cadeiras e o atendente oferece capas para as cadeiras por um preço especial.

Vendas em tempo de crise: trabalhe as objeções

Como aumentar as vendas em tempos de crise
Como aumentar as vendas em tempos de crise
Descubra os obstáculos que impedem a compra!

Por qual motivo a pessoa não está levando o produto ou serviço? Se é por causa do preço, como já dissemos, ofereça descontos, se o consumidor pretende esperar mais alguns dias para a compra, utilize estratégias de gatilhos mentais como a escassez e urgência. 

Trabalhar a objeção é uma técnica que geralmente traz resultados, pois você obriga a pessoa a pensar sobre o quanto ela estará perdendo caso não leve aquela oferta ainda hoje.

Coloque o cliente sempre em primeiro lugar

O cliente não gosta de filas de espera, de não ter respostas às suas perguntas, ou mesmo de ter que falar com vários atendentes para encontrar o que realmente precisa.

Investir em tecnologia que diminua os problemas acima é essencial. Empresas que atuam de maneira online e utilizam diversos canais de atendimento como WhatsApp, Telegram, Messenger ou Direct, ter uma plataforma que unifique essas redes sociais num só sistema impede filas de espera ou até perguntas sem respostas. É possível ainda integrar os departamentos, facilitando o acesso do consumidor a outros setores sem que ele precise anotar um novo número e ligar novamente. 

Caso sua loja seja física apenas, dê também a opção do cliente comprar online. E não espere a crise chegar para buscar um sistema de atendimento virtual que facilite a comunicação e vendas. Por fim, tanto em empresas presenciais quanto virtuais, ofereça diversas formas de pagamento. O cliente precisa de facilidade até para pagar!

Conclusão

Como aumentar as vendas em tempos de crise
Como aumentar as vendas em tempos de crise
Inove!

Ir atrás de inovações para aumentar as vendas em tempos de crise tende ser muito útil para qualquer negócio, já que tais estratégias poderão ser utilizadas em outros momentos.

No atendimento online, por exemplo, ter o WhatsApp Business possibilita a utilização de ferramentas adicionais que irão aproximar bastante sua empresa dos clientes. E isso vale tanto para lojas físicas quanto virtuais.

Agora, caso você tenha um fluxo grande de clientes em contato online com seus atendentes, opte por uma plataforma de multiatendiimento. A Evolvy, por exemplo, unifica diversos canais e redes sociais num só sistema, facilitando o contato com os leads. A mensalidade cabe no seu bolso até em tempos de crise. Acesse www.evolvy.com.br e saiba mais!

Gostou do que leu?

Então confira outros artigos recomendados pra você!