Aprenda com os 7 grandes erros cometidos pela Yahoo!

COMPARTILHE COM SEU TIME!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Erros cometidos pela Yahoo!

Reconhecer os 7 grandes erros cometidos pela Yahoo! e aprender com cada um deles é, acima de tudo, assimilar o quanto o universo virtual está em constante movimento, o que nos instiga a não perder nenhuma oportunidade que apareça na rede.

Não faz tanto tempo assim que a empresa Yahoo! se posicionava como uma gigante da internet. Nessa época, os e-mails se tornavam bastante populares e ter um endereço eletrônico assinalado com o título da companhia logo após o símbolo gráfico da arroba era tão comum quanto quem preferia utilizar e-mail do Google ou Hotmail. Ou seja, sua atuação era vasta e com fartos resultados.

Tempos depois, vislumbrou o mercado como site de armazenamento de fotos, um buscador eficiente, e inclusive apresentou aos usuários uma plataforma de rede social que seria a mais nova ‘onda’ da internet.

Acontece que, anos depois, a Yahoo! entrou em declínio e essa derrocada aconteceu por erros próprios. A falta de visão ao subestimar os motores de busca, as negativas nas negociações que trariam para seu catálogo outra gigante, tudo isso e outros erros foram suficientes para colocar a empresa nas circunstâncias em que a mesma se encontra nos dias de hoje.

Conheça os 7 grandes erros cometidos pela Yahoo! e aprenda com eles para que as oportunidades não escapem por entre os dedos durante as suas negociações em investimentos no mundo digital!

Erros cometidos pela Yahoo!

Não adquirir o Google, um dos grandes erros cometidos pela Yahoo!

US$ 01 milhão de dólares! Esse foi o valor que a Yahoo! preferiu não investir no que se refere à compra do Google. Ou seja, a empresa rejeitou abraçar a concorrente para si. O motivo? O receio de que os usuários desviassem suas atenções para a outra marca que teria o nome mantido e toda sua engrenagem. 

O fato é que na plataforma da Yahoo! as pessoas não só tinham as suas perguntas respondidas, mas eram instigadas a permanecerem no site. Por outro lado, no Google a ideia sempre foi entregar ao usuário outro portal mais relevante ao assunto buscado para que ele fizesse suas pesquisas, etc. A Yahoo! não queria ser, de jeito algum, apenas um caminho para um destino final do usuário.

Anos depois, e já utilizando uma tecnologia do próprio Google para rodar seu motor de busca, a empresa recebeu nova oferta de compra do gigante. A resposta novamente foi negativa, o que assinala esse como um dos grandes erros cometidos pela Yahoo!. É que a ideia dos seus administradores era se livrar do Google e não tê-lo por perto. Enfim, com o tempo a empresa concorrente ganhou status de protagonista. O público realmente queria ir além, ter a sua liberdade de estar em outros sites, fazer pesquisas por lá. E o Google foi impecável em entregar tudo isso!

Erros cometidos pela Yahoo!

Deixar de lado o aumento de oferta para comprar o Facebook

A Yahoo! chegou a fazer uma oferta tentadora ao Facebook. A empresa de Mark Zuckerberg, que vivia se esquivando de negociações, inclusive algumas delas oriundas do gigante Google, parou pra pensar na proposta da Yahoo! e tudo indicava que a venda seria fechada em US$ 01 bilhão de dólares.

Acontece que, no mercado financeiro, as ações de uma empresa podem subir ou despencar. E uma depreciação fez com que a oferta caísse para US$ 875 milhões de dólares. Como não houve o aumento da proposta por parte da Yahoo!, os administradores do Facebook desistiram em dar andamento nas negociações.

A proposta ocorreu em 2006, quando o Facebook ainda era novidade no mercado digital. Tempos depois a rede social se tornou a mais popular do mundo. Ou seja, um dos grandes erros cometidos pela Yahoo!, que hoje poderia estar no topo desse universo virtual.

Um dos maiores erros cometidos pela Yahoo! foi não vendê-lo para a Microsoft

Se em 2006 a Yahoo! tentou comprar o Facebook e não deu certo, dois anos depois a empresa recebeu uma proposta bilionária da Microsoft. O valor chegaria a US$ 44 bilhões de dólares, mas como se sabe, eles acharam o montante baixo.

Tempos depois, o motor de busca da Yahoo! foi substituído pelo Bing, num acordo feito com a própria Microsoft. Isso só assinalaria o erro em não ter batido o martelo.

O que se vê nessa negociação é que a Yahoo! perdeu a grande oportunidade de ser vendida por um valor altíssimo, o que abriria as portas para seus investidores e administradores num novo negócio. Negar essa proposta foi, talvez, uma das ações mais emblemáticas na história da Yahoo!

Erros cometidos pela Yahoo!

Flickr: uma rede social que ficou esquecida pela Yahoo!

O Fickr é uma plataforma onde os usuários podem hospedar ou compartilhar suas fotos, além dos desenhos e ilustrações. Outro diferencial da ferramenta é permitir que as pessoas organizem tais itens de forma única, contando com a criação de álbuns e etc.

O fato é que essa interessante rede, que teria na sua espinha dorsal a aproximação de usuários que vislumbravam algo em comum no que se refere às imagens, não recebeu a devida importância da Yahoo!, empresa que a administrava.

Enquanto a internet se mostrava ao mundo como um novo caminho aberto às interações sociais, o Fickr batia na tecla de monetizar o índice de imagens. E num tempo em que as novas redes sociais surgiam com o intuito de interligar as pessoas em todo o planeta, aproximando amigos, colegas, entes queridos, o Fickr era utilizado como uma base de dados, apenas como um espaço de armazenamento de fotografias e desenhos. Não evoluía na questão de agregar e interagir.

O ideal era que a Yahoo! levantasse a bandeira em ter a sua própria rede social, o que não fez. Isso a colocou na retaguarda das novidades que surgiam no mundo virtual. E diante dessa contemporaneidade que se apresentava, o Fickr foi ficando para trás.

Erros cometidos pela Yahoo!: o comando do Tumblr

O Tumblr é um espaço democrático no mundo virtual em estilo microblog onde os usuários compartilham fotos, vídeos, textos, etc. É uma rede social destinada a blogueiros e foi muito conceituada pelo padrão visual. Criar e gerenciar esses microblogs com ideias mais livres passou a ser um caminho, até então, sem volta para a galera.

Adquirida pela Yahoo! em 2013, os espaços foram sendo substituídos por anúncios e o padrão visual sofreu alterações. Isso causou desconforto entre os usuários. Resultado: o Tumblr já não é tão comentado como antigamente. Aquela sensação dos filtros, caras e bocas parece estar estacionada. Contudo, ainda há como remanejar todas essas possibilidades, adequando-se às novidades que a internet nos entrega todos os dias.

Dentre os erros cometidos pela Yahoo!, um deles foi não acompanhar as novas formas de trabalho remoto

Se reformular todo o andamento da empresa seria necessário, Marissa Mayer assumiu o cargo de CEO com essa tarefa. Contudo, em 2013, quando a novidade do Home Office ou trabalho híbrido (aquele em que o funcionário vai até a sede da empresa por alguns dias da semana apenas) começava a cair no gosto das grandes companhias, Mayer deu o aval negativo para essas categorias. Os funcionários da Yahoo!, caso desejassem, só poderiam experimentar a novidade fora do horário de trabalho. 

O resultado foi que muitos colaboradores determinados e bons resolveram ir embora. Essa ideia de negar a internet às pessoas que trabalhavam numa empresa onde a rede é o pano de fundo que leva toda sua história não surtiu efeito.

Erros cometidos pela Yahoo!

Yahoo! Empresa de mídia ou tecnologia?

A Yahoo! sempre passeou pelo ramo da tecnologia. Porém, também se posicionava no mercado como uma empresa de mídia. Isso trazia uma indefinição que não a assentava diretamente num ramo específico, ou seja, mais um dos erros cometidos pela Yahoo!

E mais: ao não criar a cultura de uma startup, como fez o Google, a Yahoo! vivia no receio de ser engolida pela Microsoft, caso optasse somente pela mesma trajetória que a gigante mantinha em tecnologia. Ou seja, indefinições a pautavam.

Diante de tantas dúvidas, a preferência pelo aporte nas questões de mídia foi aumentando. Veio um contrato milionário com uma jornalista e o financiamento de um produto audiovisual para concorrer com duas novidades do mercado: Netflix e Youtube. O fato é que a programação original não devolveu o dinheiro que a Yahoo! queria receber. Tudo isso foi minando, tanto sua posição como empresa de mídia quanto como um negócio da tecnologia.

Erros cometidos pela Yahoo!

Conclusão

Diante de tantas oportunidades, o que se vê hoje são os inúmeros comentários sobre as possíveis vendas de ativos da Yahoo!, uma empresa que tanto fez pelo usuário e foi protagonista em diversos momentos na internet.

Consta na provável negociação o Tumblr, o Flickr e inclusive o próprio Yahoo.com. Para nós fica o susto, já que a multinacional praticamente regeu o mundo virtual durante um bom tempo de sua existência. 

O fato é que, ao descartar as possibilidades de grandes aquisições, somadas a um desacerto ao vislumbrar o futuro levou a Yahoo! à muitas interrogações. Resta saber se os próximos passos a serem dados encontrarão no passado as lições necessárias. Até porque o resgate da marca se faz presente. A Yahoo! é parte de todos nós. 

Para nós, empreendedores, fica a lição do quão móveis e efêmeras são as novidades da internet. E o quanto essa rede infinita nos apresenta oportunidades reais a cada dia. Portanto, o jeito é se atentar a todas as brechas que nos chegam para não cair em nenhum deslize, como alguns gigantes já fizeram. Os erros cometidos pela Yahoo! são exemplos disso!

Gostou do que leu?

Então confira outros artigos recomendados pra você!

Teste Grátis a melhor ferramenta de MultiAtendente para WhatsApp do mercado?

Tenha vários usuários em um único número de WhatsApp!

Centralize a informação e melhore a qualidade do atendimento!