Qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo?

Qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo

Se você quer saber qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo, você está lendo o artigo certo. O que acontece é que muitas pessoas acham que as duas estratégias são diferentes, enquanto outras acham que são a mesma coisa.

A verdade é que uma estratégia complementa a outra. O Inbound Marketing é um conceito amplo e completo, onde se aplicam as principais estratégias de marketing digital. Nas campanhas de Inbound, o conteúdo é um ponto forte para tudo dar certo.

Para que você entenda melhor, se o Inbound Marketing fosse um celular, o conteúdo seria a bateria. Mas, para que você entenda tudo isso, é preciso que você saiba qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo.

Prossiga acompanhando o artigo para tirar todas as suas dúvidas e boa leitura!

Qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo?

Qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo

Se você quer saber qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo deve primeiro entender que as duas estratégias não devem ser tratadas como diferentes. Mas também não devem ser tratadas como sinônimos.

Basicamente, uma complementa a outra, como falamos anteriormente no começo do artigo. O que acontece é que o Marketing de Conteúdo é uma das estratégias do Marketing de Atração, isto é, Inbound Marketing.

Porém, é importante ressaltar que não existe Inbound Marketing sem que se tenha conteúdo. Para que você entenda melhor sobre as duas estratégias, vamos conceituá-las nos próximos tópicos.

O que é Inbound Marketing?

Qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo

Em uma tradução direta, podemos conceituar Inbound Marketing como o Marketing de Atração. A ideia do Inbound é que, ao invés da empresa ir até o cliente, é o que cliente que vem atrás da empresa.

E isso se dá por meio de canais de comunicação, como redes sociais, mecanismos de buscas, sites, e-mail marketing… Ou seja, no Inbound Marketing é o cliente que chega até a empresa. Porém, pode ser que ele não compre nada inicialmente.

Inicialmente, ele está buscando respostas ou apenas matando sua curiosidade. E é diante disso que ele percebe que necessita de uma solução para o seu problema.

O Inbound Marketing se encaixa perfeitamente atualmente porque cada vez mais ficará claro que os clientes vão usar os mecanismos de buscas para encontrar soluções.

Além disso, no Inbound Marketing, a relação não é apenas de visitante e cliente. Existe um funil de vendas que é bem detalhado e complexo que pode ser dividido em 4 etapas:

  • Visitante: ainda está conhecendo sua empresa, sem compartilhar nenhum dado pessoal;
  • Lead: baixou de forma gratuita algum conteúdo ou assinou para receber conteúdos ricos por e-mail. Em troca, deixou algum dado pessoal, como o seu nome e e-mail;
  • Oportunidade: esses são leads que foram educados por meio de conteúdos relevantes e estão prontos para comprar. É nesse momento que se deve entrar em contato com ele para torná-lo cliente;
  • Cliente: é a pessoa que após estudar e conhecer o seu problema, adquiriu um dos seus produtos que vai solucioná-lo.

E o que é Marketing de Conteúdo?

Qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo

Essa é uma estratégia que vai de encontro com a primeira. Percebeu que enquanto explicávamos o que era Inbound Marketing falamos que é importante entregar um conteúdo para o cliente?

Basicamente, o Marketing de Conteúdo vem de encontro para oferecer um conteúdo de qualidade para o cliente. Em contrapartida, a empresa atinge suas vendas de forma sutil, sem precisar oferecer o produto “logo de cara”.

A base está em produzir um conteúdo útil e relevante que agregue valor para quem vai recebê-lo. O conteúdo pode ser postado nas redes sociais, no blog ou até mesmo pode ser entregue para o cliente por meio de e-mail marketing.

Quando o seu cliente for atrás de uma solução para resolver o seu problema, vai encontrar os conteúdos que você publica e vai conhecer sua empresa. Dessa forma, ele se sentirá atraído para saber mais e poderá efetuar uma compra.

É importante, como já falamos, que esse conteúdo seja de qualidade e que seja de interesse para o seu público-alvo. Já com relação aos formatos, não existe um padrão. Você pode usar e abusar da sua criatividade.

Agora você sabe qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo, não é mesmo? Como falamos no começo do artigo, um complementa o outro.

Espero que você tenha entendido qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo. Agora é com você. Saiba usar as duas estratégias ao seu favor para atrair e converter clientes.