Como montar um salão de beleza? Dicas para você criar o próprio negócio!

como montar um salão de beleza

Segundo pesquisa em 2018, há aproximadamente 500 mil salões formais no Brasil – e 48% do total é informal. O aumento de salões tem sido expressivo nos últimos 10 anos e isso tem gerado uma pergunta: afinal, como montar um salão de beleza?

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Há uma previsão de crescimento em 4,5% no número de salões até 2021 – e muitos querem ser parte disso. Claro que a quantidade de concorrência pode assustar, mas é um medo que se dissipa em duas palavras: nichos inexplorados!

Por isso, prossiga com a leitura e saiba como montar um salão de beleza!

Como montar um salão de beleza: Planejamento!

como montar um salão de beleza

Partindo do básico, o salão de beleza requer um planejamento inicial em diversos pontos: local, público-alvo, produtos, estrutura, etc. Para isso, é comum o uso do plano de negócios, que é um documento compilador de todas as informações do negócio.

Nele, é comum serem abordados pontos específicos para criação e manutenção do empreendimento, assim como pontos gerais. Por exemplo, é feita uma análise de mercado e de seu posicionamento nele.

Um dado importante aqui é que 83% do público em salões de beleza é feminino, geralmente sendo adulto. No entanto, há um mercado em crescimento para o público infantil e masculino que você pode aproveitar.

Definido seu posicionamento, o que envolve o público-alvo, você deve definir seu plano operacional: equipamentos, materiais, decoração, gastos fixos (água, luz, internet, etc) e profissionais empregados.

Qual é o seu posicionamento no mercado?

Abordando de maneira específica o planejamento, é importante entender uma coisa: um salão de beleza possui diferentes áreas de atuação! Por exemplo, pode lidar apenas com manicure, pedicure ou mesmo só do cabelo.

Além disso, há também a definição de mercado. O público feminino já conta com extensa quantidade de salões, mas o masculino ainda não se equipara. Isso abre espaço para você atender a esse público, aproveitando a recente preocupação com a beleza dele.

Junto disso, há também o público infantil, que não possui a mesma atenção do público adulto. Caso se volte para este alvo, é importante tomar os cuidados especiais que essa faixa etária pede.

Por fim, há a aposta em produtos sustentáveis no salão, que podem te posicionar como um empreendimento consciente para o público.

E posicionamento local?

Outro posicionamento que deve ser considerado no planejamento é o espaço onde é instalado o negócio. Afinal, isso impacta na movimentação de público – e também na definição de classe social.

Por exemplo, a instalação do salão em bairro nobre visa um público de classe A e/ou B, enquanto em bairro popular alcança a classe C. Da mesma forma, deve prestar serviços correspondentes a cada público, pois apenas a localização não os torna clientes fixos.

Além disso, a estrutura deve ser atraente e bem posicionada, tendo um estacionamento, por exemplo. Por fim, é importante não se encontrar muito próximo de concorrentes diretos!

Quais seus serviços e produtos?

O posicionamento parte de vários aspectos, e um dos principais são os serviços e produtos oferecidos. Afinal, eles definem quais equipamentos serão comprados, que profissionais serão contratados e como será o ambiente.

Para isso, é importante definir o público que você visa e quais são seus principais desejos e necessidades. Por exemplo, o atendimento local não privilegia o tratamento do cabelo – e você tem a capacidade para preencher esse buraco.

Assim, você deve comprar produtos para cabelo, equipamentos para tratar deles e profissionais capacitados para essa função.

O que o público pede?

No geral, o público privilegia salões de beleza que prestem serviços diferentes dos tradicionais ou que prestem serviços específicos. Além disso, é importante estar antenado com as tendências do mercado, utilizando delas como um diferencial.

Como o ambiente deve ser estruturado?

Primeiro, você deve estabelecer todos os ambientes necessários para tornar o espaço confortável ao cliente: área de recepção, estoque, área de trabalho espaçosa, etc. Junto disso, você deve imprimir a identidade do seu negócio na decoração.

Da mesma forma, os equipamentos e móveis devem trazer qualidade e praticidade para os clientes. Assim, é importante que os móveis sejam macios e ajustáveis e os equipamentos sejam diversificados e modernos.

Dica: alinhe toda a decoração com um esquema de cores relacionadas a sua marca.

Como montar um salão de beleza: fatores legais

como montar um salão de beleza

Por fim, o salão de beleza precisa estar regulamentado nos seguintes órgãos:

  • Junta Comercial Estadual;
  • Secretaria da Receita Federal para CNPJ;
  • Secretaria Estadual da Fazenda;
  • Prefeitura municipal para alvará de funcionamento;
  • Entidade Sindical Patronal;
  • Caixa Econômica Federal para Conectividade Social (INSS/FGTS);
  • Corpo de Bombeiros.

Além disso, o salão deve estar plenamente regulado segundo as regras de vigilância sanitária da ANVISA, devido o uso regular de produtos químicos. Como montar um salão de beleza envolve também a segurança dos clientes!