Como montar um pet shop? Tudo que você precisa saber!

como montar um pet shop

Você já pensou em montar uma empresa de cuidados para animais de estimação? Esse é um dos negócios mais lucrativos dos últimos anos, afinal de contas há mais de 100 milhões de pets no Brasil, de acordo com dados do IBGE. Ficou interessado em investir nessa área? Então, siga acompanhando porque vamos explicar como montar um pet shop. Boa leitura!

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Como montar um pet shop?

como montar um pet shop

Há vários pontos a serem observados no momento de empreender, e com o pet shop isso não é diferente. Você precisa ficar atento a questões legais, pesquisar o mercado e analisar o tipo de área física que precisa ter disponível.

Refletir sobre a equipe de profissionais que irá contratar é outro ponto essencial, assim como pesquisar os equipamentos indispensáveis para iniciar um negócio.

Tudo isso implica em custos. Ou seja, será que você tem o investimento necessário para dar o primeiro passo? Além disso, observar o tempo de retorno sobre esse investimento também é algo que todo dono de negócios precisa ter em mente.

Então, nos tópicos seguintes, vamos detalhes cada um dos pontos que acabamos de citar, ajudando você a entender tudo o que precisa para montar um pet shop.

Pesquise o mercado

Conhecer o mercado no qual você irá atuar é um ponto essencial para conseguir um negócio de sucesso. Desse modo, pesquise os outros estabelecimentos que serão seus concorrentes. Analise as carências da região e as possíveis oportunidades que podem ser aproveitadas.

Dependendo da pesquisa de mercado, pode ser que você perceba que o local, inicialmente, planejado para seu pet shop não seja o mais ideal para esse projeto.

Observe as questões legais do negócio

As questões legais do negócio envolvem todos os trâmites burocráticos para abrir uma empresa. Sendo assim, você precisa ir até a Receita Federal fazer a abertura da empresa, criar o CNPJ, o nome e definir os sócios.

Também é preciso analisar se o local no qual você pretende abrir o pet shop pode abrigar esse tipo de negócio. Sendo assim, vá até a prefeitura e faça uma consulta comercial. Caso esteja tudo certo, o próximo passo é seguir para buscar o alvará de licença. Apena com esse documento seu empreendimento poderá funcionar sem nenhum problema posterior.

Ainda dentro do aspecto jurídico, é necessário ler o Decreto 1069/2014. Ele foi elaborado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária e trata das diretrizes sobre estabelecimentos comerciais de exposição, manutenção, higiene estética e venda ou doação de animais.

Observe a estrutura física disponível para o pet shop

Seu pet shop não precisa ter uma mega estrutura, porém existem alguns pontos básicos que são indispensáveis no local ou que aumentam muito a visibilidade de seu negócio. São eles:

  • ter piso impermeável para evitar acidentes com funcionários ou animais;
  • ter uma área para reservada para abrigar os pets;
  • ter uma sala específica para banho;
  • ter uma área voltada para tosa;]
  • possuir uma estrutura de fácil limpeza;
  • ter uma área de estacionamento.

Defina a equipe de trabalho e os serviços oferecidos

Na hora de descobrir como montar um pet shop, outro ponto essencial é definir quais serão os serviços ofertados no local. Afinal, seu negócio pode oferecer apenas serviços de cuidado animal, o que inclui tosa e banho, basicamente, ou ter outras ofertas agregadas.

Assim, pode ser que você deseje disponibilizar atendimento veterinário, com consultas, serviços de castração e vacinação, por exemplo. Algo também bastante comum é a venda de rações, acessórios e brinquedos para os animais.

Ou seja, cada um desses cenários exige a presença de profissionais qualificados. Desse modo, pode ser preciso contratar vendedores, técnicos especializados em tosa e banho e veterinários de tempo integral.

Na verdade, algo muito importante que você precisa saber é que todo pet shop deve, obrigatoriamente, contratar um médico veterinário que será o responsável técnico pelo local. Isso independe se serão oferecidos serviços de consulta ou não.

O profissional precisa estar na empresa durante, pelo menos, seis horas por semana. Sua função é a de esclarecer as dúvidas dos clientes e orientar o restante da equipe no cuidado com os animais.

Compre os equipamentos essenciais

Os equipamentos básicos para quem quer montar um pet shop são apenas cinco:

  • máquina de tosa;
  • lâminas de tosa;
  • secador;
  • soprador (é um objeto que sopra um vento de ar para ajudar na secagem mais rápida do pelo do animal);
  • mesa de tosa.

Dependendo dos serviços adicionais, será preciso ter uma balança, armário para guardar remédios etc.

Calcule o investimento necessário

Em média, o custo para abrir um pet shop é de R$ 50 mil reais, porém esse valor pode chegar até R$ 300 mil. Ou seja, é preciso ter um bom capital de reserva. Até porque para recuperar todo esse dinheiro pode ser preciso esperar dois anos ou mais.

Fora isso, é preciso colocar na conta pagamento regular dos funcionários, reserva de emergência caso algum equipamento quebre, entre outras coisas.

Bem, agora você conhece os passos essenciais para montar um pet shop. Então, siga tudo o que apresentamos ao longo do texto e dê início ao seu negócio voltado para a assistência animal.

Caso tenha gostado do texto de hoje, não se esqueça de compartilhá-lo nas redes sociais!